Estudos com Bioelectrografia demonstram a eficiência da Cura Prânica

Os efeitos da Cura Prânica são evidentes, muitas vezes imediatos, para quem a experimenta. Terapeutas prânicos no mundo inteiro têm ajudado milhares de pessoas a encontrarem um estado de maior equilíbrio e saúde. A Cura Prânica está sendo adotada por Hospitais (saber mais) e Universidades (saber mais) em vários países, e está sendo aceite pela comunidade científica como uma terapia eficiente e benéfica, tal como estudos com a Bioelectrografia o demonstram.

Monica Abad (Instrutora Senior) e Ana Paula da Silva (ver) fizeram um estudo que foi apresentado no ultimo congresso nas Filipinas que vem trazer muita luz sobre este assunto. Para compreendermos um pouco melhor, vamos conversar com Monica, que nos irá explicar um pouco do vasto mundo da investigação que realizou;

O que é a Bioeletrografia? A Bioeletrografia resulta da captação de gases, vapores e outros fluídos corporais emanados desde os poros da pele. Tira uma imagem do dedo na placa (?) Também se chama de fotografia Kirlian, ou fotografia da aura.

GP: Como se aparenta e como funciona exatamente o aparelho? Como foi a sua experiência de trabalhar com ele?

Monica Abad:

O inventor da  Fotografia Kirlian foi Padre Landell  (Landell de Moura,) em 1904.

VER Método Científico (ver lista de critérios)

  • princípio da verificabilidade: De acordo com o critério da verificabilidade, diz-se que uma teoria é científica apenas quando o conteúdo de uma hipótese pode ser, pelo menos em princípio, verificado pela experiência. De acordo com este critério, a verificação do conteúdo de uma hipótese ou teoria consiste na demarcação do valor de verdade dessa teoria;
  • princípio da falsificabilidade: é o processo de confrontar uma teoria com dados de observação na tentativa de provar a sua falsidade.
  • Crítica à Indução: Popper alerta “o 3765 cisne branco, por exemplo, não prova que todos os cisnes são brancos, mas o primeiro cisne negro prova que nem todos os cisnes são brancos” POPPER, Karl, Sociedade Aberta – Universo Aberto, Lisboa, Publicações D. Quixote, 1991
  • DeduçãoO método utilizado (hiptético-dedutivo – conjecturas e refutações) pode ser dividido em três pontos fundamentais:
    1. Formulação da hipótese (uma conjectura), que surge por raciocínio criativo ou abdução e não indutivo.
    2. Dedução das consequências preditivas – depois de formuladas as hipóteses deduzem-se as consequências das mesmas; e finalmente a experimentação – a hipótese é testada, sendo que os resultados da experiência podem confirmá-la ou refutá-la. Se as consequências respondem positivamente, a teoria é provisoriamente aceite (apenas porque não foi possível refutá-la – é o que Popper chama de falsificabilidade), se respondem negativamente, a teoria é rejeitada. Quando a teoria resiste às provas e não foi suplantada por outras diz-se que foi corroborada. Substitui o critério de verificabilidade pelo de falsificabilidade.

VER Positivismo é uma corrente filosófica que surgiu no século XIX na França por August Comte e John Stuart Mill que defende que o conhecimento científico é a única forma de conhecimento verdadeiro. O método positivista baseia-se na observação dos fenômenos. Limita a experiência humano ao mundo sensível e observável.

eu sou

i am that i am

im not the body

i am not the mind]

i am not the thoughts

i am that i am

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

× WhatsApp